Site para motociclistas proprietários da moto modelo Tiger da Triumph
 
Registrar-seInícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposConectar-se

Compartilhe | 
 

 Probleminha na Tiger

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Anzolim



Mensagens : 1
Data de inscrição : 29/04/2011
Idade : 47
Localização : Pitanga

MensagemAssunto: Probleminha na Tiger   Ter 12 Jul - 22:28

A gente manda arrumar uma coisa, os caras estragam outra...PQP....

Bom, mandei dar uma geral na Tiger, oleo, filtro oleo, filtro ar kn, oleo bengalas, lubrificação geral, etc.
Pra começo, os caras largaram as pinças dianteiras soltas, q quase me custou um belo dum acidente. Não aconteceu nada porque os discos dianteiros são grandes e a pinça, qual se soltou, bateu no disco e nao entrou no meio dos raios.
Isolei a pinça, amarrei tdo com elastico e segui viagem.
Quando cheguei, comprei outros parafusos, coloquei e boa.

Pois bem.
Acontece que, a moto ta apresentando o seguinte problema:

Se vc esticar em primeira marcha, e acelerar ate la pelos 6-7 mil giros, qdo vc vai mudar pra segunda marcha, a rotação enrosca, vai no talo, 10 mil giros.
Se soltar, o acelerador volta normal, mas o giro fica láááá em cima.
Aí, com a embreagem apertada pra não dar M..., é só dar umas 'bombadas", 2 ou 3, no acelerador e o giro volta ao normal.

Porém, se fizer isso, digo, se acelerar tudo, mas com a moto parada, em ponto morto, nao enrosca.

Não parece ser problema de cabo, pois como disse o acelerador volta normal, e com a moto em ponto morto isso nao acontece.

O mexânico quer vir buscar a moto pra examinar os sensores, pois como ele fez uma lavagem meia boca nela, disse q pode ter umedecido algum sensor.
To com medo de mandar mexer. Já chega o sofrimento com a Pegaso q nao ficou 100 por cento boa.

Alguma idéia do que possa ser?

Certa vez aconteceu com uma blazer que eu tinha, de a lenta ficar oscilando. O mecanico mandou eu desligar os cabos da bateria por algumas horas. Fiz isso e voltou ao normal.

Pensei em desconectar a bateria pra ver se muda alguma coisa. É bobagem ou tem algum fundamento?
Tambem ja me falaram q pode ser sujeira q estaria enroscando as borboletas.
A mistura nao tava boa, tinha bastante fuligem na saída do escape.
Isso poderia ser por causa do filtro que agora foi trocado.

O mecanico falou tambem q limpou a sonda lambda.
Ta certo isso? To achando q o problema possa estar aí tambem.
Enfim, alguem ja passou por situação semelhante?
A propósito, o modelo é a 955i 2001.
Grato.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mirarchi_955
Admin
avatar

Mensagens : 838
Data de inscrição : 06/06/2011
Idade : 42
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Probleminha na Tiger   Qua 13 Jul - 9:18

Anzolim,
Apesar de não parecer problema de cabo, eu começaria sempre pela questão com resolução mais simples e depois partiria para estes outros problemas de sensores, etc.
De qualquer forma é melhor não levar no mesmo lugar que fizeram esta "revisão"....

Abs,
Mirarchi
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nairo 1050
Admin
avatar

Mensagens : 1239
Data de inscrição : 21/04/2009
Idade : 52
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Probleminha na Tiger   Qua 13 Jul - 22:10

Olá Anzolim, a minha antiga Morena ( Tiger Preta 2004) também apresentou este problema algumas vezes, fazendo com que levasse cada PUTA susto.....pois de repente a aceleração disparava naquelas esticadinhas de marcha e só voltava ao normal quando eu desligava a ignição e dava as "bombadas" no acelerador.

As Tigers para o mercado da California, tem um equipamento chamado cânister que acumula os gases evaporados do combustível do tanque e "injeta" estes vapores no coletor de admissão para serem queimados na combustão. Este tipo de equipamento é bem comum nos carros e é controlado elétricamente.

Pois bem, quando a moto não é para o mercado da Califórnia e portanto não tem o cânister, o conector fica solto sobre a tampa do cabeçote, podendo se deslocar e entrar no campo de giro do cabo do acelerador. Para verificar isso, solte a tampa lateral direita (aquela na cor preta fixada no próprio tanque) e veja o came do cabo do acelerador em ação. Coloque a mão nas proximoidades e tente localizar o tal conector solto. Isto pode ocorrer quando se remove o tanque e na hora de montá-lo novamente não se percebe o conector deixando-o solto.

http://www.triumphtorque.com/media/file/86020.aspx[/img]

Não é problema de sensor ou outro tipo de componente eletrônico, pois para a rotação chegar aos 10 mil giros ou rotação de corte da injeção, tem que haver a passagem de ar suficiente para o motor e isso somente ocorre com a borboleta totalmente aberta.

Se mesmo com a tampa lateral removida não enxergar o conector, remova o tanque para checar melhor.

Um abraço e boa sorte

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Probleminha na Tiger   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Probleminha na Tiger
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Triumph Tiger 955i
» BUGGY TIGER
» ZONTES Tiger / ZT 125 - 3A
» Deus me Presenteou novamente, Agora de Tiger 800 XC
» ajuda na compra de uma i-moto 125 tiger

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Tiger Club Brasil :: Tiger 955i :: Alimentação e Elétrica-
Ir para: